Reiniciámos todas as nossas formações presenciais, assegurando todas as medidas de segurança propostas pela DGS. Saiba mais.

Encontro Coaching Business Cool - Pestana Palace Lisboa Hotel

04/04/2017

Desfibrilhar equipas! Perspetivas diferentes para realidades exigentes

Realizou-se, com enorme sucesso, a 20 de março, o Encontro Coaching Business Cool com o tema: “Desfibrilhar equipas! Perspetivas diferentes para realidades exigentes”.

Com uma enorme adesão do mercado, foram mais as inscrições do que os participantes que tivemos capacidade de acolher.
Tivemos oportunidade de, num ambiente descontraído, dar as boas-vindas à Primavera, discutir e partilhar diversas perspetivas sobre Gestão, Liderança e o Coaching de Pessoas e Equipas. Contámos com a presença do João Tavares (EDP), da Conceição Zagalo (GRACE) e da Ana Catarina Gomes (Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra) que apresentaram as suas perspetivas sobre os temas e que foram desafiados pelos presentes a detalhar as suas experiências.

Mas não nos ficámos por aqui! O Professor Peter Hawkins (Henley Business School) juntou-se à conversa (via web) para desafiar o grupo a refletir sobre o coaching das equipas e que nos apresentou o modelo das 5 disciplinas do Coaching Sistémico de Equipas. Peter Hawkins virá a Portugal para apresentar este modelo no programa que a CEGOC vai desenvolver em exclusivo no mercado nacional já no mês de maio e cujas inscrições estão praticamente esgotadas!

Feedback dos Participantes

Agradeço os momentos de inspiração, partilha e crescimento proporcionados pelo vosso encontro. Foi muito mais do que COOL.

Alexandra Seabra / Fresenius Medical

Obrigado pelo ambiente proporcionado, com o conhecimento de algumas experiências de vida nas organizações.
É principalmente nestes encontros que poderemos estar em contato com exemplos de liderança com qualidade e adaptá-los à nossa realidade.
Na gestão das organizações, não existem receitas uniformizadas, cada caso é um caso… e conforme relataram os vossos convidados, aqui na Cultura Empresarial é a mesma coisa.
Tenho tido muitas aspirações, muitos desejos e também muitos obstáculos para ultrapassar, mas o maior obstáculo é a Cultura Empresarial e das Organizações Portuguesas.
Enquanto não houver uma política efetiva com o objetivo de mudar efetivamente, tanto o conhecimento como a forma de gerir as nossas organizações, vamos sempre ter os chamados “donos disto tudo”, que são o maior obstáculo à gestão a 360º das organizações, isto é, ao coaching sistémico, que já é praticado em todas as organizações que se interessam pelos seus RH’s, desde o seu recrutamento até seu corte umbilical.

Carlos Miranda / Direção-Geral do Património Cultural / DGPC

Antes de mais parabéns pela iniciativa, escolha de local, intervenientes e organização que estiveram irrepreensíveis!
Foi um encontro muito cool, onde se partilharam experiências em torno do tema "desfibrilhar equipas" num mundo cada vez mais exigente. Permitiu-me ainda explorar um pouco mais o coaching sistémico de equipas

Ana Pereira / Leaseplan