Reiniciámos todas as nossas formações presenciais, assegurando todas as medidas de segurança propostas pela DGS. Saiba mais.

Gestão de Pessoas no Setor da Saúde

16/11/2020

A pandemia de coronavírus provocou mudanças críticas ao setor de saúde, forçando organizações e forças de trabalho a evoluir numa velocidade impressionante.

À medida que os provedores de saúde enfrentam a tragédia humanitária da pandemia COVID-19, também enfrentam um desafio e um stress sem precedentes (individual e institucionalmente) em todo o mundo. A resposta imediata à crise está a causar mudanças substanciais em como e onde o atendimento é prestado, e em como são geridas as questões ligadas à saúde pública.

No meio de notícias de equipas de saúde a lutar para encontrar equipamentos de proteção individual suficientes para garantir a sua segurança, preocupações com suprimentos de ventiladores e pacientes a lutar pela vida em UCIs, são por vezes esquecidos os enormes desafios de gestão de recursos humanos neste setor.

A situação vivida hoje neste setor tem vindo a destacar uma série de problemas, desde a forma como as organizações de saúde operam, numa perspetiva de negócios, o medo, stress e angústia dos profissionais, até a falta de pessoal para enfrentar esta crise. Tudo isto deixa os líderes neste setor com decisões muito difíceis de tomar, e as áreas de RH com a difícil missão de manter uma força de trabalho produtiva, motivada e resiliente, capaz de combater o natural esgotamento que uma crise desta dimensão pode provocar.

A crise COVID-19 terá certamente um impacto a longo prazo no funcionamento das organizações de saúde, mas no imediato é de extrema importância que as áreas de RH nas organizações de saúde procurem focar a sua intervenção em alguns pontos chave:

  • Gestão de Stress e Burn Out
  • Promoção da Agilidade
  • Comunicação
 

LEIA O ARTIGO COMPLETO AQUI